Entre em contato conosco

(16)99756-7494 | (16)3625-0465

Caratê de RP conquista 15 medalhas em etapa do Brasileiro


 

 

Foram três ouros, quatro pratas e oito bronzes no total; Vitor Nonino confirmou a vaga na Seleção Brasileira para o Pan-Americano das categorias de base

 

A Equipe de Caratê de Ribeirão Preto (SME/Total Health/ Clínica Collucci/Instituto Ricardo Aguiar), comandada por Ricardo Aguiar, conquistou 15 medalhas na etapa de Porto Alegre do Campeonato Brasileiro. Eles disputaram a competição representando a Seleção Paulista, no último final de semana.

 

Ao todo, foram três ouros, quatro pratas e oito bronzes. Destaques para os títulos de Marina Gatti (sub-12 / até 30 kg), Giovanna Machado (sub-21 / acima de 68kg) e Stéphani Trevisan (sub-21 / equipe).

 

Apesar do frio de quatro graus registrado no Rio Grande Sul, o técnico Ricardo Aguiar, que também comanda as seleções Paulista e Brasileira, afirma que as coisas foram quentes no tatame e muito positiva para Ribeirão Preto.

 

“Foi uma competição de altíssimo nível, muito bem organizada. Para Ribeirão Preto, foi muito bom, pois conseguimos classificar a maioria dos caratecas que foram para essa etapa para as finais, já que apenas três ficaram de fora. Tivemos destaques importantes na base, de atletas que estavam estreando, e conseguiram medalhas. Eles se classificaram numa condição muito boa para as finais em São Paulo e terão um tempo melhor de preparação”, disse Aguiar.

 

Com o apoio dos ribeirão-pretanos e outros mais 600 atletas, a Seleção Paulista confirmou o favoritismo e garantiu o título em Porto Alegre. “Vamos chegar fortes para brigar pelo título nacional, já que vamos lutar em casa, em São Paulo. O trabalho vem sendo muito bem feito por todos da comissão e com os atletas para essa etapa final”, afirma o técnico.

 

A última e decisiva etapa do Campeonato Brasileiro está marcada para ocorrer em outubro, em São Paulo.

 

Ribeirão-pretano vai ao Pan

 Logo após as disputas do Brasileiro, houve a Seletiva Nacional 3, que garantia vagas na Seleção Brasileira para o Campeonato Pan-Americano das categorias de base, em agosto, no Equador. A equipe ribeirão-pretana estava com dois atletas na competição: Raphael Penha (cadete / até 57 kg) e Vitor Nonino (sub-14 / até 45 kg).

 

Na categoria de Nonino, eram duas vagas em aberto e ele ficou com a segunda. O atleta de Ribeirão venceu as duas primeiras lutas, mas foi derrotado na final. Mesmo assim, garantiu a ida ao Pan.

 

 “Ele está em um excelente fase. Logo nas primeiras seletivas, conseguiu vagas para competições importantes, como foi o Sul-Americano e será agora o Pan. Ele antecipou o planejamento traçado para a Seleção e conquistou seu lugar com antecedência até. As expectativas para ele são boas”, explica Aguiar.

 

Já Raphael Penha não conseguiu a classificação, pois apenas o campeão alcançaria a vaga na Seleção. “Ele é um atleta que vem se preparando e treinando com muita força. A programação para ele e para outros atletas de Ribeirão chegarem à Seleção é em 2017. Ele está no caminho certo e vai conseguir a vaga”, destaca o técnico.

 

Veja as medalhas de Ribeirão Preto na competição

 

Ouro

Marina Gatti (sub-12 / até 30 kg)

Giovanna Machado (sub-21 / acima de 68 kg)

Stephani (sub-21 / equipe)

 

Prata

Catarina Biagiotti (sub 6/7 / kata)

Stéphani (sub-21 / até 61 kg); (adulto / até 61 kg); (adulto / equipe)

 

Bronze

Marina Gatti (sub-12 / kata)

Marcos Castroviejo (cadete / kata); (cadete / até 52 kg)

Vitor Nonino (sub-14 / até 45 kg)

Raphael Penha (cadete / até 57 kg)

Giovanna Machado (adulto)

Renata Trevisan (adulto / até 55 kg)

Gilmarcos Bastos Jr (adulto / equipe)