Entre em contato conosco

(16)99756-7494 | (16)3625-0465

Com 16 de RP, Seleção Brasileira busca o tri no Sul-Americano


 

 

FOTO - GERALDO DE PAULA / CBK

 

São 15 atletas mais o técnico Ricardo Aguiar; competição começa nesta quinta-feira, 23

 

 

A Equipe de Caratê de Ribeirão Preto (SME/Total Health/ Clínica Collucci/Instituto Ricardo Aguiar) terá 16 representantes na Seleção Brasileira que tentará o tricampeonato Sul-Americano em Cartagena, na Colômbia. Além do técnico Ricardo Aguiar, o Brasil terá 15 atletas do time da cidade. A competição começa nesta quinta-feira, 23, e vai até sábado, 25.

 

A delegação nacional realizou três treinos no local das lutas. Um na segunda à noite e os outros dois na terça e quarta. Nos tatames, serão 115 brasileiros na briga por medalhas, isso porque o Sul-Americano engloba as categorias sub-14, sub-17, sub-21 e adulto. Campeão em 2014 e 2015, Aguiar acredita que o fato de o país ter vencido o Pan, no Rio de Janeiro, em maio, faz com o que todos os atletas cheguem motivados para a competição.

 

“A expectativa é uma das melhores possíveis. O adulto vem de um título importantíssimo, com um nível muito alto nas lutas e isso gera uma motivação a mais. No intervalo entre o Pan e agora não perderam ritmo, pois fizeram outras lutas. Além disso, os garotos da base vão se espelhar nessa conquista para buscar posições melhores no Sul-Americano”, disse.

 

O técnico destaca que, além da busca pelo título, uma das principais questões a serem trabalhadas com os atletas é o psicológico, principalmente dos mais novos, na base. “No ano passado, chegamos a uma grande quantidade de finais na base, porém, perdemos bastante. Para essa edição, esperamos ter uma melhora muito significativa nos números de ouro e vamos ajustar a parte psicológica dos atletas lá na Colômbia, para ficarem com a cabeça mais tranquila”, afirma.

 

Estreia

 

Dentre os atletas do time ribeirão-pretano, Aguiar destaca o garoto Vitor Nonino (sub-14 até 45 kg). Pela primeira vez ele defenderá a Seleção Brasileira. Com 13 anos, Nonino participou da seletiva em março para buscar experiência, desbancou os favoritos e conseguiu a classificação.

 

 “O planejamento dele era para 2017 e ele sabia disso. Mas o Vitor é esforçado e dedicado. Foi o último a parar de treinar na temporada passada e o primeiro a começar nesse ano. Teve Natal e Ano Novo bem mais curtos, mas o esforço valeu a pena. É um exemplo para os outros atletas”, afirma o técnico.

 

Além de Nonino, representam Ribeirão Preto na base Thamires Sousa (sub-21 acima de 68 kg), Giovanna Machado (sub-21 acima de 68 kg), Jéssica Luebke (júnior até 53 kg), Gabriela Elias (sub-21 kata equipe), Júlia Kruger (sub-21 kata equipe), Stéphani Trevisan (sub-21 até 61 kg) e Arthur Menezes (sub-21 até 75 kg) e Rafael Nascimento (sub-21 até 60 kg).

 

No adulto, os atletas são: Rafael Nascimento (até 60 kg), Beatriz Mafra (até 50kg), Bianca Mafra (até 68kg), Maike Steffen (até 61 kg), Gilmarcos Bastos Júnior (até 84 kg), Breno Mateus (até 67 kg) e Vinícius Figueira (até 67 kg).