Entre em contato conosco

(16)99756-7494 | (16)3625-0465

Com técnico e atletas de RP, Brasil é tricampeão sul-americano


 

FOTO - GERALDO DE PAULA / CBK

 

 

Foi o oitavo título de Ricardo Aguiar na competição, sendo cinco como atleta e três como técnico

 

Sob o comando do ribeirão-pretano Ricardo Aguiar e com 15 atletas do time da cidade, a Seleção Brasileira de Caratê foi tricampeã sul-americana nesse final de semana, em Cartagena, na Colômbia. Com 69 medalhas no total, sendo 19 de ouro, 14 de prata e 36 de bronze, o país deixou para trás Venezuela e Chile na classificação geral.

 

Essa foi a oitava conquista de Aguiar na competição, já que ao longo da carreira venceu cinco vezes como atleta e três como técnico. Para ele, o momento do Brasil no cenário continental dessa modalidade é muito positivo.

 

“Há pouco mais de 20 dias conquistávamos o Pan em casa. E agora, comemoramos mais um título. Sem dúvida nenhuma o caratê brasileiro vem se firmando cada vez mais na América como grande potência. Isso é fruto de um trabalho sério, de comprometimento dos dirigentes, comissão técnica e atletas. Estão todos de parabéns”, disse.

 

Ribeirão brilha nos pódios

Com as vagas asseguradas pelas seletivas nos primeiros meses do ano, foram para a Colômbia 15 atletas da Equipe de Ribeirão Preto (SME/Total Health/ Clínica Collucci/Instituto Ricardo Aguiar) e 11 deles voltaram com medalhas. O Destaque foi Breno Matheus que, na categoria até 67 kg, competiu no sub-21 e entre os adultos, conquistando três ouros e uma prata.

 

Matheus foi ouro individualmente no adulto e por equipes (sub-21 e adulto). A prata foi na sub-21, individual. “Ele fez 13 lutas no campeonato. É um recorde e, na verdade, ele não perdeu nenhuma. Empatou na final da sub-21 e a decisão foi na bandeirada. Foi um excelente campeonato para ele”, disse Aguiar.

 

Entre as mulheres, Beatriz Mafra (adulto até 50 kg) foi ouro. Há pouco mais de 20 dias ela também venceu o Pan. Já a atleta Giovana Machado (sub-21 acima de 68 kg) foi medalha de prata e, por ter sido a melhor brasileira na categoria, assegurou vaga para o Pan sub-21 no Equador, em agosto.

 

Na mesma categoria está Thamires Sousa, que ficou com o bronze. Ela tenta, no dia 9 de julho, em Porto Alegre, a vaga para essa competição. Lá será realizada mais uma etapa da seletiva nacional. Vitor Nonino (12/13 anos até 45 kg), quinto colocado no sul-americano, também disputará.

 

O time agora, se prepara para a disputa dos Jogos Regionais, nos dias 13 e 14 de julho, em Sertãozinho.

 

Veja as conquistas de RP na Colômbia

Breno Matheus (equipe sub-21) - ouro / (equipe adulto) - ouro / (adulto até 67 kg) - ouro (sub-21 até 67 kg) - prata

Vinícius Figueira - (equipe adulto) - ouro / (adulto até 67 kg) - bronze

Milton Menezes (equipe adulto) - ouro / (adulto até 75 kg) - prata

Beatriz Mafra (adulto até 50 kg) - ouro

Rafael Nascimento (equipe sub-21) - ouro

Arthur Menezes (sub-21 até 75 kg) - prata

Giovana Machado (sub-21 acima de 68kg) - prata

Jéssica Luebke (juvenil até 53 kg) - bronze

Stéphani Trevisan (sub-21 até 61 kg) - bronze

Thamires Sousa (sub-21 acima de 68 kg) - bronze

Gabriela Elias (kata equipe sub-21) - bronze

Vitor Nonino (12/13 anos até 45 kg) - 5º lugar